Saiba quais são os fatores que interferem na cicatrização e como controlá-los.

Um tópico que preocupa vários pacientes de cirurgia plástica é a cicatrização, isso porque todo trauma que gera uma lesão em um tecido leva à formação de uma cicatriz. O processo de cicatrização após uma cirurgia plástica é muito mais longo do que a maioria das pessoas imagina: ele dura 18 meses. Por isso, alguns cuidados são necessários para que o paciente chegue ao final desse período com uma cicatriz com espessura, cor e textura semelhantes ao da pele sem lesão.

Cada paciente passa por um processo de cicatrização diferente que varia de acordo com a faixa etária a qual pertence, seu estado nutricional, a presença ou não de doenças crônicas e as dimensões da lesão causada pela cirurgia. A queloide, uma inimiga muito temida durante todo esse processo, apesar de poder ser evitada ou revertida, é uma condição inerente ao paciente e não passível de controle do médico.

Cabe ao médico alertar o paciente a respeito dos cuidados pós-operatórios como evitar tensão na cicatriz – o que significa evitar determinados movimentos, por exemplo, dirigir -, não deixar substâncias agressivas à pele – como álcool – em contato direto e prolongado com a região, hidratação da ferida e manutenção de curativos. O cuidado é redobrado no caso dos fumantes, visto que a nicotina e o monóxido de carbono afetam a qualidade do tecido epitelial do paciente.

A alimentação tem papel importante nesse processo também. A ingestão de proteínas – como grelhados de carne, peixe e frango, castanhas e vegetais verde escuros – estimula a produção de colágeno. Enquanto alimentos ricos em vitamina C, como as frutas cítricas, estimulam a síntese do mesmo. O ômega-3 presente em peixes como salmão e atum e sementes de linhaça e chia tem ação anti-inflamatória e também auxilia nesse processo.

Durante os 18 meses pós-operatórios que englobam o processo de cicatrização é necessário visitar seu médico de acordo com a frequência indicada por ele para acompanhamento da evolução da cicatriz e direcionamentos acerca dos cuidados que devem ser tomados.





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Posts Relacionados

AUMENTO DE GLÚTEO

Lipoenxertia no Glúteo – Conheça o Procedimento!

Os glúteos são parte importante do contorno corporal e interferem diretamente na forma como as mulheres enxergam seu corpo. Uma assimetria ou falta de volume nessa região pode afetar a autoestima do paciente e uma Leia mais…

Saúde

Cirurgia Plástica na Terceira Idade

A expectativa de vida do brasileiro aumentou nas últimas décadas, assim como a qualidade de vida. Atualmente, a terceira idade é vista como a “melhor idade” e os idosos têm buscado cada vez mais mudanças Leia mais…

PROCEDIMENTOS

Crises Conjugais e a Cirurgia Plástica

Uma Cirurgia Plástica Pode Salvar Meu Relacionamento? Saiba Por Que Não. Já falamos sobre a relação que a autoimagem tem com o desejo de realizar uma cirurgia plástica. Entretanto, é preciso levar em conta também Leia mais…

%d blogueiros gostam disto: